Info

CARTAZ e PROGRAMA de JULHO 2013

CARTAZ e PROGRAMA de JULHO 2013

 

Programacao-Selam

Noites ( i ) todos os sábados de Julho nos 9 Bares do Intendente, na Rua dos Anjos e Rua do Benformoso

… após um dia ( i ) cheio de sucesso – jornada de programação sócio-cultural nos Bares do Intendente (Rua dos Anjos e do Benformoso), organizada por um coletivo informal de habitantes que se uniu aos proprietários dos Bares nascerão as Noites (i) do Intendente.

Nas Noites ( i )  iremos ter um grupo variado de DJ’s, Concertos ao vivo, “sets” musicais, Workshop” de Desenho Erótico com “modelos ao vivo” e Workshop de actividades de “Pin up” – com modelos em carne e osso.
Torneios de tiro ao alvo, com setas, bem como exposições, intervenções artísticas e a exibição retrospectiva de fotografias do dia ( i ).

Noites ( i ) 

Não invente, venha ás noites do Intendente!

———————————————————————————————–

O Dia  (i) foi uma jornada de programação sócio-cultural nos Bares do Intendente, nas animadas e vizinhas ruas do Largo do Intendente, a Rua dos Anjos e a Rua do Benformoso.

capa Facebook

Recuperado fisicamente o belíssimo Largo do ( i )ntendente de Pina Manique, graças à Câmara Municipal de Lisboa, é tempo de o desfrutar e viver em todo o seu esplendor, incluindo as ruas dos Anjos e do Benformoso.

Foi nesta pequena aldeia cosmopolita que um grupo de habitantes se juntou e decidiu promover o evento, dos mais velhos aos mais novos, dos mais recentes aos mais antigos, presentes de forma mais constante ou pontual.

Sem qualquer entidade ou instituição por trás, este coletivo informal uniu-se aos proprietários ou exploradores de bares e outros estabelecimentos locais para receber todos quantos vieram por Bem.

Cantinho do Benformoso, Tominho, Sarriá, Palma, Anjos, New Times, Ferro Velho, Trinitá e Securas são os nomes a reter – nove locais de diversão noturna prontos a ser desbravados. ENTRADA LIVRE.

Evento no Facebook.

Entre as 15:00 e as 02:00 de sábado, 11 de maio, um vasto leque de atividades esteve disponível para quem se quis divertir, perto do “palácio que está entre as travessas do Maldonado e da Cruz e que pertenceu a D. Diogo Inácio de Pina Manique, o famoso Intendente da Polícia ao tempo da Rainha D. Maria I”.

Augusto Vieira da Silva descreve-o como “dos sítios mais trilhados e rumorosos de Lisboa moderna”, em 1937, porque o movimento era ensurdecedor.

“A toda a hora, inumeráveis pessoas a pé, cavalo, em burro, em tilbury, em coupé, em dog-cart, em caléche, em landau, para o campo, e para todos aqueles hoje povoadíssimos arrabaldes. Além disso, passam todos os carretos que por aquela banda vêem abastecer os mercados da capital, todos os leiteiros, todos os hortelões, todas as lavadeiras, todos os moleiros, todos os almocreves, do termo dos lados do norte”.

Eça de Queiroz, ( i )Os Maias:

“(…) Ou o velho Luís Runa, o primo de Afonso, que, a propósito de coisas indiferentes, rompia lamentando os tempos em que o Intendente da polícia podia livremente expulsar de Lisboa as pessoas importunas…”

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s